Conteúdo Principal

Pontos Turísticos

Rotas das Igrejas
03/03/2024

Igrejas Históricas


Resumo:


Em Picada Café há cinco igrejas históricas – quatro católicas pertencentes a Diocese de Novo Hamburgo e uma protestante pertencente a Região Nordeste do Sínodo Riograndense da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB. São testemunhos da fé que a comunidade foi afirmando ao longo de sua história. Construídas entre 1881 e 1957, destacam-se pela qualidade, riqueza, cuidado e bom gosto com que foram erigidas. Percorrer o roteiro possibilitará ao visitante conhecer a história de fé de uma comunidade na qual a religiosidade ainda é viva. Os templos são exemplos da arquitetura religiosa da colonização alemã e guardam obras de arte como altares, vitrais, imagens e objetos do ritual litúrgico.

 

Igreja Matriz Santa Joana Francisca de Chanthal, no bairro Joaneta, é a sede da Paróquia de Picada Café. Inicialmente foi uma pequena capela erguida em 1898. Em 1938, foi iniciada a obra da nova igreja que, em 1941, já na fase final de construção, foi destruída por um ciclone. O templo foi reconstruído. Em 1947 foi inaugurado a altar central, executado por Leopoldo Gegler, de Salvador do Sul. Os belos vitrais da nave da igreja foram executados pela Casa Genta, de Porto Alegre.

 

Capela Sagrado Coração de Jesus, no Jammerthal. A capela original foi erguida na década de 1870 e teve como orago os Quarenta Mártires. Como esses não são santificados, os jesuítas trocaram para o atual. Entre 1889 e 1900 foi construída uma segunda capela. A atual é de 1920 e a torre, incorporada à fachada, data de 1961. Entre os vitrais destaca-se aquela com a imagem de São Leopoldo.

 

Igreja Evangélica São João, no bairro São João. A comunidade organizou-se em 1860 e, inicialmente, reuniu-se numa Casa de Oração. A obra do templo atual foi iniciada em 1894, e projetada como as igrejas de Linha Nova e Nova Petrópolis, pelo construtor Lorenzo Dalla Barba. Foi considerada a mais elegante de toda a zona colonial.

 

Memorial da Fé, na Picada Holanda. O primeiro templo foi erguido em 1853. Este, que hoje é patrimônio histórico do município, foi construído entre 1881 e 1905. Possui três altares, púlpito e bancos executados por excelentes artesãos e doados pela comunidade. Tombada pelo patrimônio histórico Municipal, em 1994, abriga o Memorial da Fé que reúne objetos das demais comunidades do município.

 

Capela Nossa Senhora da Visitação, na Picada Holanda. Em 1976, a comunidade católica da Picada Holanda percebeu a necessidade de reformar a capela que atualmente abriga o Memorial da Fé, pois estava muito precária. Como a edificação estava muito comprometida surgiu a ideia de ser construído outro templo. Os fieis começam a se mobilizar. Conseguiram a doação, de uma área mais central, do Curtume Ritter onde iniciaram a edificação da nova capela. Os recursos foram conseguidos através de doações, mutirões, festas comunitárias e o empenho de muitas pessoas da comunidade

 

Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na sede do município. O templo foi construído entre 1955 e1957. Essa igreja possui vitrais executados pela firma Peukert, de Porto Alegre e pela Casa Genta. Na parede ao fundo, acima do altar mor, está a pintura Maria junto à Cruz, de autoria de João Ignácio Rech, o Irmão Nilo.